Sweet February*

Abril 11 2008

Aí se podesse abraçar-te agora, num rasgo de luz do céu cinzento. . .

Abraçar-te num cheiro milhento a cereja vermelha, a doce de túlipa, e num olhar cintilante pedir mais uma vez o teu peito crespado para afogar pensamentos, para perder horas a olhar o nada, a contemplar o belo, e sentir o doce suave de todos os momentos. . .

Perco palavras no vazio silencioso de quem sabe que nunca chegarão a teus ouvidos, à tua voz pertinente, palavras pequenas, de tao podres sentimentos.

Já me despedi vezes sem conta, perdi-as até nos pensamentos nocturnos talvez nas noites mal dormidas, nas palavras que não foram ditas, nos sorrisos que ficaram na mente, nos pedaços de papel, nas letras de tinta, nos borratões de folha. . . Perdi-me no pensamento perfeito, um dia nos teus lábios, para sempre e nunca mais.

 

             “Só se ama o que não se possui completamente”

                                     Proust , Marcel   

publicado por Sweet January às 22:22
Tags:

"Be the change you want to see in the World..." Mahatma Gandhi
mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


posts recentes

Lost words

favoritos

Aprender

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO