Sweet February*

Abril 19 2008

Sentimentos, Sentimentos, onde andam esses sentimentos se já eu não os sinto?

Perdidos em palavras, meras palavras ao acaso que já não nos fazem reflectir.

Entram e saem memórias e o tempo passa como se já não conseguisse satisfazer-me . Já não sinto a sensação de fraqueza, ou do certo e do errado, ou aquele medo de sucumbir com consequências mal calculadas.

Não consigo parar. Não consigo observar o milímetro de pormenor .

Sou uma viciada no tempo, sou uma viciada na vida, e não consigo parar.

Não penses sequer numa hora sozinha, no silencio do vento, na tranquilidade de pensamentos, tu e a mente, num prazer devastador , não há tempo, não há espaço, para me deixar invadir, de novo pela saudade constante daquela tez morena, daquele pedaço de mel.

Enquanto isso, enquanto a saudade se vai, substituo a tua presença, nas aterrorizadoras noites frenáticas em que te troco por quentes panos de olhares e por beijos de desejos que quase não sinto, por breves instantes diminutos. Porque nem horas, nem dias, a pensar na porcaria da economia na Etiópia te apagaram de á noite invadires os meus sonhos, devagarinho, de mansinho, perdes-te neles, culpando a cada segundo, todos os momentos em que errei contigo.

Todos os dias em que não te liguei, todos os dias em que pensavas não existir, todos os dias em que queria não te amar… Para proteger a sensação de ser livre para sempre…

E nada mudou na maneira de ser…

publicado por Sweet January às 11:39

"Be the change you want to see in the World..." Mahatma Gandhi
mais sobre mim
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
16
17
18

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30


favoritos

Aprender

pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO